Facebook SDK

Pároco criticou o retorno do colega à rede com postagens de vídeos engraçados. Ele classificou os posts como 'inúteis'. Em resposta, Fábio de Melo sugeriu que ele deixasse de segui-lo.

De volta ao Twitter, Padre Fábio de Melo se envolve em discussão com religioso de Taubaté
Foto: Divulgação



O Padre Fábio de Melo voltou ao Twitter após uma pausa de seis meses na rede social e se envolveu em uma discussão com outro sacerdote católico. O padre cantor Joãozinho, de Taubaté (SP), compartilhou um post com um comentário que mencionava que o colega de batina tinha “postagens absolutamente inúteis”. Fábio de Melo, que faz parte da diocese da cidade, respondeu sugerindo que o religioso deixasse de segui-lo no Twitter.

"Prezado padre Joãozinho, para não ter acesso às minhas postagens inúteis, é só deixar de seguir. Não se imponha mais um fardo além dos muitos que você já tem", escreveu Fábio de Melo.

De volta ao Twitter, Padre Fábio de Melo se envolve em discussão com religioso de Taubaté
Padre criticou Fábio de Melo por postagens e ele rebateu com sugestão de 'unfollow' — Foto: Reprodução/Twitter



Em menos de 24 horas a resposta teve 4,5 mil curtidas e o Padre Joãozinho apagou o post com a crítica. O caso teve início quando um seguidor comentou que Fábio de Melo voltou à rede social como o mesmo de antigamente.

$ads={1}
O Padre Joãozinho compartilhou o comentário em uma nova postagem na qual disse: "De fato... postagens absolutamente inúteis...".

Antes da discussão entre os padres, Joãozinho já havia compartilhado uma postagem de Fábio de Melo em que uma criança não vê uma porta de vidro, bate e começa a chorar. A legenda criada por ele diz: "assim nasceu a sirene do recreio"’. Na sequência, Joãozinho escreveu “Voltou para o Twitter...” (veja abaixo).

Repercussão

Ao G1, Joãozinho disse que se excedeu e considera que Fábio de Melo também tenha exagerado.

Esse tipo de situação é absolutamente comum entre pessoas normais. Eu penso que a rede poderia ser utilizada de maneira mais útil. É a minha opinião e ninguém precisa concordar com ela. Foi apenas uma frase. Poderia ter pensado mais antes de escrever, mas ele também
disse.

Completou ainda que Fábio foi seu aluno e, diferentemente do que pareceu na postagem, a situação não foi uma briga. "Ele é uma pessoa querida minha, foi meu formando. Vendo a repercussão negativa com ele, decidi apagar", completou.

Padre Fábio de Melo faz parte da Diocese de Taubaté, cidade onde Padre Joãozinho também atua. Os dois atuam como padres cantores. A reportagem entrou em contato com a diocese e com os dehonianos, que respondem pelos religiosos, mas eles não quiseram comentar o assunto.

O G1 também procurou o Padre Fábio de Melo, mas aguardava o retorno até a publicação da reportagem.

Saída e volta ao Twitter

Fábio de Melo deixou a rede social em agosto de 2019. Com 7 milhões de seguidores, ele deixou o espaço depois de se envolver uma polêmica ao comentar a saída temporária de Dia dos Pais de Alexandre Nardoni, condenado a 30 anos de prisão pela morte da filha Isabella Nardoni.

À época, ele sugeriu que a saidinha fosse restrita ao Dia de Finados, para que os condenados visitassem o túmulo das vítimas. Seis meses após a pausa, retornou às redes no início da semana.

De volta ao Twitter, Padre Fábio de Melo se envolve em discussão com religioso de Taubaté
Padre criticava posts de Fábio de Melo com o que chamou de "postagens inúteis" — Foto: Reprodução/Twitter



Com informações do G1

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Deixar comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Continua depois da publicidade

Publicidade