Roberta Miranda terá que indenizar segurança de Gusttavo Lima; entenda polêmica

Roberta Miranda acabou se dando mal em uma briga na Justiça.

Roberta Miranda terá que indenizar segurança de Gusttavo Lima; entenda polêmica
Roberta Miranda e Gusttavo Lima — Foto: Reprodução/ Instagram

Segundo informações do UOL, a cantora foi condenada por por danos morais e terá que indenizar no valor de R$ 10 mil Paulo Sérgio de Matos, segurança de Gusttavo Lima, após fazer ofensas a ele em sua rede social.

$ads={1}

Eduardo Walmory Sanches, juiz do 2º Juizado Especial Cível da comarca de Aparecida de Goiânia, relatou que houve ofensa à honra objetiva do reclamante, com alcance de milhares de pessoas, já que foram utilizadas palavras humilhantes. “É inegável o erro de conduta da reclamada e a atitude ilícita, já que violou a integridade moral do reclamante, ultrapassando a seara do mero dissabor ou aborrecimento, não se vislumbrando em culpa concorrente, já que a parte reclamada não conseguiu comprovar a ofensa e agressividade perpetradas pelo reclamante”, disse ele ao veículo.

Entenda a polêmica

Em outubro de 2019, Roberto postou um vídeo no Instagram relatando que teve problemas na hora de visitar o camarim de Gusttavo Lima. Na publicação, a artista contou que foi barrada de forma estupida pelo responsável pela segurança do sertanejo.

“Bom, galera, tentando assimilar, tentando digerir essa merd* toda que aconteceu com o segurança do Gusttavo Lima. Esse cara é asqueroso, esse cara não tem educação. Você, Paulão, não tem educação. Você é um forte candidato a levar chifre das mulheres, porque homem tem que ser educado, delicado, entendeu? Tem que ter elegância, e você não teve”, disse Miranda na ocasião.

Assista ao vídeo:


Defesa da cantora se pronuncia:

A decisão não é definitiva. O advogado Dr. Ortelio Viera estará recorrendo da decisão, a fim de se estabelecer a verdade dos fatos: “que a cantora Roberta Miranda foi ofendida, em primeiro lugar, e que o juiz não respeitou o direito de defesa de produzir provas”.

O departamento jurídico da artista esclarece que ela foi ofendida em primeiro lugar e também tem direito a uma indenização, o que não foi apreciado pelo juiz.

$ads={2}

Com informações de ISTOÉ

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE