Problemas no CPF impedem pedido de auxílio de R$ 600; Veja o que fazer

Muitos trabalhadores estão com dificuldade para solicitar o auxílio de R$ 600, o "coronavoucher", por causa de dificuldades no cadastro. Confira aqui o que fazer!

Problemas no CPF impedem pedido de auxílio de R$ 600; Veja o que fazer
Algumas informações relacionadas ao CPF aparecem como desatualizadas, na hora do preenchimento dos dados — Foto: Reprodução/ Internet



O pagamento do "coronavoucher", o auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais durante a pandemia da covid-19, o novo coronavírus, está gerando muitas dúvidas na população.

No Recife, na manhã desta quarta-feira (7), muita gente amanheceu no prédio da Receita Federal, no Recife Antigo, para tentar regularizar o CPF e fazer o cadastro.


CPF

Algumas informações relacionadas ao CPF aparecem como desatualizadas, na hora do preenchimento dos dados pelo aplicativo CAIXA | Auxílio Emergencial ou pelo site da Caixa Econômica Federal.

A atualização do CPF poderá ser feita pela internet e, em casos de impossibilidade, o cidadão será atendido por e-mail.

De acordo com a Receita Federal na 4ª Região Fiscal, que jurisdiciona os estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, os contribuintes que estiverem encontrando problemas de CPF na utilização do aplicativo do Auxílio Emergencial da Caixa devem adotar as seguintes providências:

Aguardar a atualização do Aplicativo

O aplicativo da caixa será atualizado para deixar de fazer algumas exigências cadastrais, tais como cidade e estado (UF) da naturalidade. Portanto, sugere-se aguardar de dois a três dias.

Fazer a atualização do CPF

Atualizar os dados do CPF diretamente no site da Receita Federal, no site https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/alterar/

Nele, devem ser preenchidos todos os campos. Após a atualização, aguardar três dias para acessar o aplicativo emergencial da caixa e tentar novamente.

$ads={1}
Solicitar atendimento por e-mail

É muito importante que todos respeitem o isolamento e não se exponham aos riscos de contaminação pelo novo Coronavírus, evitando aglomerações. Portanto, caso o problema persista, solicite a regularização via atendimento pelo e-mail atendimentorfb.04@rfb.gov.br, anexando cópia do documento de identidade e do CPF junto com uma fotografia (estilo selfie) segurando o documento de identificação com foto, e não compareçam às unidades da Receita Federal.

Requisitos para solicitar o auxílio

Para ter acesso ao auxílio emergencial, no valor de R$ 600, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

- Ser maior de 18 anos de idade;

- Não ter emprego formal ativo;

- Não ser titular de benefício previdenciário ou assistencial, de seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família*;

- Ter renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;

- Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

Além disso, o beneficiário tem que se encaixar em um dos três perfis:

- Ser microempreendedor individual (MEI);

- Ser contribuinte individual do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social);

- Ser trabalhador informal, autônomo ou desempregado, de qualquer natureza, inclusive o intermitente inativo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) até 20 de março de 2020 ou que cumpra, nos termos de autodeclaração, o requisito de renda mensal per capita de até meio salários mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Com informações do TV Jornal

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE