Facebook SDK

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou o retorno da cobrança extra na conta de luz a partir desta terça-feira (1º).

Conta de luz vai ficar mais cara em dezembro
Foto: Reprodução/ PixaBay

A decisão foi tomada após uma reunião extraordinária realizada na última segunda-feira (30).

Segundo as informações, os consumidores pagarão pela Bandeira Vermelha Patamar 2 – o maior valor no sistema de bandeiras do órgão. Assim, a taxa será de R$ 6,24 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) gastos no imóvel.

$ads={1}
Conta de luz vai ficar mais cara em dezembro
Quadro de bandeiras tarifárias da Aneel — Foto: Aneel/ Divulgação

A mudança tarifária pode pegar muitos consumidores de surpresa. Em maio deste ano, a Aneel anunciou que não haveria cobrança extra na conta de luz até o fim de 2020. Na época, a resolução considerou à pandemia de coronavírus.

No entanto, uma série de fatores levaram a revogação da medida nesta semana. Por exemplo, o Brasil retomou aos níveis de consumo de energia de antes do início da pandemia, como alega o relator da proposta Efrain Pereira da Cruz.

Além disso, a Aneel revelou que os baixos níveis dos reservatórios das usinas hidrelétricas já comprometem o fornecimento de energia. Por conta disso, o órgão entendeu a necessidade de restabelecer a cobrança extra na conta de luz.

$ads={2}

O custo das termelétricas

É importante destacar que o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) permitiu o acionamento das termelétricas em outubro. Tal decisão é tomada quando há necessidade de suprir a energia do país diante do baixo nível dos reservatórios nas hidrelétricas.

Contudo, a energia fornecida por termelétricas tem um custo maior para os consumidores. Diante da situação, a Aneel pede para que as pessoas economizem nos próximos meses.

“É importante dar um sinal ao consumidor de que a geração no país está cara pelo fato de estar sendo atendida por termelétricas, então é importante para o consumidor evitar desperdício de água e de energia”, declara André Pepitone, diretor-geral do órgão.

Com informações do Tec Mundo

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Deixar comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Continua depois da publicidade

Publicidade