Mãe de Beatriz Mota diz que mais um suspeito de envolvimento no assassinato da filha foi preso

Lucinha Mota foi até o Piauí para verificar denúncia recebida

Mãe de Beatriz Mota diz que mais um suspeito de envolvimento no assassinato da filha foi preso
A menina Beatriz Angélica Mota foi assassinada com 42 facadas em dezembro de 2015 — Foto: Reprodução/ Facebook

A mãe de Beatriz Mota, Lucinha Mota, continua lutando para encontrar os responsáveis pela morte da filha. Nessa segunda-feira (14), ela compartilhou um vídeo nas redes sociais em que afirma que mais um suspeito de matar a menina foi encontrado e preso. Lucinha explicou que foi até Canto de Buriti, no Piauí.

$ads={1}

Ela disse que foi até a cidade para apurar mais uma denúncia que estava sendo recebida. O suspeito foi identificado e preso pela polícia. De acordo com a mulher, a Polícia Militar colocou esforços para capturá-lo e ele foi encaminhado para a delegacia. Ela também afirmou que o suspeito também é foragido por outros crimes.

Ainda no vídeo, Lucinha pediu que as pessoas continuassem denunciando: "Nos ajudem, vamos identificar e capturar o assassino de Beatriz".


Veja o vídeo:


Relembre o caso

Beatriz Mota foi morta aos sete anos de idade com 42 facadas no dia 10 de dezembro de 2015, dentro de uma sala desativada no colégio particular em que estudava. A festa de formatura da irmã mais velha da criança era realizada na instituição de ensino e havia várias pessoas no colégio. Em um dado momento, a menina se afastou dos pais para beber água e não voltou mais. O corpo foi encontrado cerca de 30 minutos depois.

$ads={2}

Com informações do NE10 Interior

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE