Facebook SDK

O funcionário foi covardemente assassinado quanto suspendia o fornecimento de energia por inadimplência em um haras de Limoeiro, no Agreste de Pernambuco.

Fazendeiro que assassinou eletricista da Celpe é preso no Maranhão
O assassino, Sebastião Ayres de Assis Neto — Foto: Reprodução/ Internet

O assassino do eletricista da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe),  José Reginaldo de Santana Júnior, de 31 anos, em Setembro de 2020, foi preso nesta quarta-feira (14), no Maranhão.

A confirmação da prisão do assassino foi feita pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE), Sebastião Ayres de Assis Neto, que era mais conhecido como Neto Santos, era o proprietário do Haras Vovô Zitoque, e estava foragido desde (29/09/2020).

$ads={1}

Entenda o caso

O homicídio aconteceu depois que os funcionários chegaram para fazer o corte autorizado pela Celpe, por falta de pagamento.

Segundo a polícia, o proprietário do haras ficou revoltado com o corte e atirou contra um dos funcionários, que morreu no local. Ele ainda obrigou o outro funcionário a religar a energia, e após religar o forçou a entrar na mala do carro da empresa. O assassino tinha um debito de R$ 28 mil.

Ainda em 2020, a Celpe em parceria com o Disque Denúncia, ofereceram uma recompensa de R$ 20 mil para quem informasse à localização do assassino. O criminoso e agora assassino, já é reincidente em crimes e responde por outros delitos, inclusive, já foi condenado com sentença transitada em julgado por receptação e posse ilegal de arma.

$ads={2}

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Deixar comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Continua depois da publicidade

Publicidade