Suspeito de matar menina de 11 anos em João Pessoa é preso em Pernambuco

Homem foi preso na casa da irmã em Ferreiros, a 108 km de Recife

Suspeito de matar menina de 11 anos em João Pessoa é preso em Pernambuco
José Alex foi preso em Pernambuco por suspeita de matar e violentar Anielle Teixeira em João Pessoa, na Paraíba — Foto: PMPE/ Internet

O suspeito da morte da menina Anielle Teixeira, de 11 anos, que estava desaparecida desde domingo (5) e foi encontrada morta na madrugada desta quarta-feira (8), foi preso na cidade de Ferreiros (PE), a 108 km de Recife. Uma equipe do 2º Batalhão da Polícia Militar pernambucana efetuou a prisão na casa da irmã do suspeito e o encaminhou para a delegacia da cidade.

$ads={1}

Por volta das 18h40 desta quarta-feira, o homem chegou à Central de Polícia, em João Pessoa. Em entrevista a TV Correio, o homem disse que conhecia a mãe da vítima há seis anos e alegou que foi para o interior de Pernambuco porque tinha família no local. Durante a noite, o suspeito será ouvido pelo delegado titular de Homicídios, Rodolfo Santa Cruz, vai passar por exame de corpo de delito no Instituto de Polícia Científica (IPC) e ser encaminhado para a carceragem da Polícia Civil em seguida.

Segundo o delegado, até o início da próxima semana o laudo da investigação do crime deve ser concluído. Ele afirmou que uma camisa com indícios de sangue foi encontrada na casa do suspeito, no bairro São José, em João Pessoa, e que a perícia irá investigar se o sangue seria da garota.


ENTENDA O CASO

Anielle Teixeira sumiu de um quiosque na Praia do Cabo do Branco onde dormia com a família no último domingo. Imagens de circuitos de segurança da localidade mostram um homem conversando com a criança. Depois disso, a menina não foi mais vista. O registro foi feito às 4h37.

Segundo a mãe da criança, a família foi passear na praia no sábado e acabou dormindo em um colchão de um quiosque de um conhecido. A mãe informou que optou por passar a noite no estabelecimento, que está fechado para reforma, em razão do horário avançado e dos valores cobrados pelos serviços de transporte por aplicativo estarem muito altos.

O desaparecimento da menina só foi denunciado à polícia por volta das 20h. Na delegacia, mãe da Anielle Teixeira afirmou conhecer o suspeito, mas disse não saber detalhes da vida dele, como sobrenome, endereço ou profissão. De acordo com a Polícia Civil, a mulher passou o dia tentando descobrir o paradeiro da filha sozinha.

Nessa terça (7), chegou ao conhecimento da polícia que a mulher teve uma discussão com o homem considerado suspeito no caso. Ele reapareceu na praia com roupas diferentes das que usava no momento em que foi flagrado conversando com Anielle e foi confrontado pela mãe da menina. Uma pessoa que estava no local filmou a briga.

O corpo da menina foi encontrado na madrugada desta quarta-feira (8), em uma mata às margens do Rio Jaguaribe, na altura do bairro de Miramar. Análise preliminar da Polícia Civil no local apontou indícios de esganadura e violência sexual.

$ads={2}

Com informações do Portal Correio

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE