Facebook SDK

Amargurada, a mulher foi diagnosticada com câncer depois do crime

Mãe morre momentos depois de assassino da filha ser condenado
Foto: Reprodução

Neylla Pinheiro Mota, mãe da Miss Manicoré, Kimberly Karen Mota de Oliveira, que foi assassinada pelo ex-namorado Rafael Fernandez Rodrigues, morreu na última quinta-feira (28), horas depois do acusado ser condenado a 14 anos de reclusão em regime fechado.

O julgamento do réu teve início na última quarta-feira (27). Na ocasião, o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) informou que a primeira testemunha de acusação ouvida foi Neylla, que já estava hospitalizada. A mãe da vítima foi ouvida através de uma videoconferência.

Na noite de ontem (28), Erivan Mendes, irmão da vítima e filho de Neylla, confirmou ao G1 o falecimento da mãe, horas após a sentença de Rodrigues ser proferida.

Continua depois da publicidade


Mãe morre momentos depois de assassino da filha ser condenado
Foto: Divulgação/ TJAM

MORTE DE KIMBERLY

A Miss de Manicoré foi morta a facadas em maio de 2020. Na época, o corpo de Kimberly foi encontrado no apartamento em que Rafael residia.

O acusado foi detido dias após o crime, em Roraima, enquanto tentava fugir para Espanha. Segundo o réu, o crime foi cometido depois que ele viu mensagens no celular da miss e ficou aborrecido.

Com informações do G1

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Deixar comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Continua depois da publicidade

Publicidade