Facebook SDK

Os familiares de Tom Veiga ficaram surpresos com a notícia veiculada nesta terça-feira, 6, de que estariam se movimentando para pedirem a exumação do corpo do ator.

Família de Tom Veiga nega pedido de exumação do corpo: 'Não sabemos de nada disso"
Família de Tom Veiga nega pedido de exumação do corpo — Foto: Reprodução/ Instagram

A motivação seria a desconfiança de que a causa da morte fosse por envenenamento.

"Não sabemos que família é essa. Porque a nossa, com certeza, não é. Não sabemos de nada disso. Nem eu nem os filhos do Tom, muito menos os irmãos", garante Alessandra Veiga, segunda mulher do intérprete do Louro José.

$ads={1}


Tom foi encontrado morto em sua casa no dia 1 de novembro do ano passado. Três dias antes, ele havia instalado um circuito de câmeras no imóvel em que morava sozinho, num condomínio no Recreio dos Bandeirantes, Zona oeste do Rio, após separação de Cybelle Hermínio da Costa.

Segundo relatou a um amigo, Tom quis o circuito porque estava preocupado com sua segurança, como o Extra revelou com exclusividade.


Mudança no testamento

Três dias antes de morrer, Tom Veiga pediu a um amigo que fosse com ele até o cartório para testemunhar uma mudança em seu testamento. O intérprete do Louro José manifestou a decisão de retirar o nome da ex-mulher, Cybelle Hemínio da Costa Veiga, do documento.

O Extra teve acesso com exclusividade a todos os áudios que o ator enviou ao amigo nos dias 29 e 30 de outubro de 2020. Ele foi encontrado morto em sua casa no domingo, dia 1 de novembro.


$ads={2}

Com informações de EXTRA

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Deixar comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Continua depois da publicidade

Publicidade