Facebook SDK

Evento foi realizado para homenagear Clayton Tomaz de Souza, que foi encontrado morto no dia 8 de fevereiro, às margens de uma estrada em Gramame.

Estudantes fazem ato em protesto contra a morte de aluno da UFPB
Estudantes fazem ato em protesto contra a morte de aluno da UFPB — Foto: Vangli Figueiredo/ Divulgação



Estudantes, professores e amigos realizaram, na noite desta terça-feira (18), um ato em protesto contra a morte do universitário Clayton Tomaz de Souza, de 31 anos, que foi encontrado morto no dia 8 de fevereiro deste ano, em uma mata às margens de uma estrada em Gramame. O encontro aconteceu em uma praça localizada no campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa.

Leia também ↷
>>> Em vídeo, estudante da UFPB encontrado morto relatou ameaça: "Se eu aparecer morto foram eles" <<<
>>> Corpo encontrado com marcas de tiros na Paraíba é de estudante Arcoverdense <<<

$ads={1}
O evento foi realizado para homenagear Alph, como a vítima era conhecida. A homenagem foi marcada por pedidos de justiça e investigação da morte dele, além de testemunhos sobre a trajetória do jovem na comunidade acadêmica e em movimentos estudantis.

Natural de Pernambuco, o estudante do curso de filosofia da UFPB estava desaparecido desde o dia 6 de fevereiro. O corpo foi identificado pelo pai da vítima nesta segunda-feira (17).

De acordo com o IPC, Alph sofreu um disparo de arma de fogo na cabeça. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil, que está analisando um vídeo feito pelo estudante, em que ele aponta possíveis ameaças feitas em um campus da UFPB antes de ser morto.

O delegado de homicídios Carlos Othon explicou que as declarações publicadas pela vítima em seus perfis nas redes sociais estão sendo coletadas e vão ser analisadas dentro do inquérito que apura a morte do estudante. “Vamos ouvir os seguranças da UFPB, todos vão ser convocados a prestar esclarecimentos”, comentou.

Com informações do G1 PB

Inscreva-se no canal do Mídia em Ação no Youtube e visite as nossas páginas no Facebook, Twitter, Instagram e Vimeo!

Deixar comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Continua depois da publicidade

Publicidade